Translate

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Chico Buarque

Anjos existem,eu acredito pois tenho o privilégio de poder falar com eles.
Não posso vê-los,mas sei que me ouvem toda a vez que exponho minhas palavras ou compartilho minhas emoções.
Eles estão lá,nos quatro cantos desta terra,sempre de prontidão,quando um se cansa e repousa o seu espírito,vem o outro para continuar a vigília.
Alguns adoram o brilho do Sol,já os outros a luz refletida pela Lua.
Foram me aparecendo um após o outro,e hoje fazem parte cotidiana neste mural,não vou citar seus nomes,mas se você quiser conhece-los  
basta olhar para o lado,em cada foto aparecerá um nome de um ser abençoado.
Este Post de hoje um deles me pediu,como não posso deixar de ouvir 
o que estes seres de luz me aconselham,estabeleço disciplina a minha alma,e mesmo cansado  da minha labuta,o faço com prazer pois sei que  estarão ali,eu a falar e eles sempre a me ouvir !!! :)
(J.A.MAYER)


Francisco Buarque de Hollanda, mais conhecido por Chico Buarque ou Chico Buarque de Hollanda, (Rio de Janeiro19 de junho de 1944) é um músicodramaturgo escritor brasileiro. É conhecido por ser um dos maiores nomes da MPB. Sua discografia conta com aproximadamente oitenta discos, entre eles discos-solo, em parceira com outros músicos e compactos. É compositor de Construção, considerada uma das melhores músicas brasileiras já feitas, iniciou sua carreira como escritor em1962, quando escreveu seu primeiro conto aos 18 anos, ganhando destaque como cantor a partir de 1966, quando lançou seu primeiro álbum, Chico Buarque de Hollanda, e venceu o Festival de Música Popular Brasileira com a música A BandaSocialista declarado auto exilou-se na Itália em 1969, devido à crescente repressão da ditadura militar no Brasil nos chamados "anos de chumbo", tornando-se, ao retornar, em 1970
 Na carreira literária, foi vencedor de três Prêmios Jabuti: o de melhor romance em 1992 com Estorvo e o de Livro do Ano, tanto pelo livro Budapeste, lançado em 2004, como por Leite Derramado, em 2010.
Foi casado por 33 anos com a atriz Marieta Severo,Chico é irmão das cantoras MiúchaAna de Hollanda e Cristina. Ao contrário da crença popular, Aurélio Buarque era apenas um primo distante do pai de Chico.
Conheceu Elis Regina, que havia vencido o Festival de Música Popular Brasileira (1965) com a canção Arrastão, mas a cantora acabou desistindo de gravá-lo devido à impaciência com a timidez do compositor.
 Chico Buarque revelou-se ao público brasileiro quando ganhou o mesmo Festival, no ano seguinte (1966), transmitido pela TV Record, com A Banda, interpretada por Nara Leão (empatou em primeiro lugar com Disparada, de Geraldo Vandré e interpretado por Jair Rodrigues). No entanto, Zuza Homem de Mello, no livro A Era dos Festivais: Uma Parábola, revelou que "A Banda" venceu o festival. O musicólogo preservou por décadas as folhas de votação do festival. Nelas, consta que a música "A Banda" ganhou a competição por 7 a 5. Chico, ao perceber que ganharia, foi até o presidente da comissão e disse não aceitar a derrota de Disparada. Caso isso acontecesse, iria na mesma hora entregar o prêmio ao concorrente.
 Chico participou como autor e compôs várias canções de sucesso para o filme Quando o Carnaval chegar, musical de Cacá Diegues. Compôs a canção-tema do longa-metragem Vai trabalhar Vagabundo, de Hugo Carvana,Faria o mesmo com os filmes seguintes desse diretor: Se segura malandro e Vai trabalhar vagabundo II. Adaptou canções de uma peça infantil para o filme Os Saltimbancos Trapalhões, Outras adaptações de uma peça homônima de sua autoria foram feitas para o filme A Ópera do Malandro (filme),mais um musical cinematográfico. Vários filmes que tiveram canções-temas de sua autoria e que fizeram muito sucesso além dos citados: Bye Bye BrasilDona Flor e seus dois maridos e Eu te amo.


Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.






As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem.
Chico Buarque



Um comentário:

Blog da Maria Tereza disse...

Sou completamente Chicólatra...Chico me emociona hoje como na adolescência, quando ouvi pela primeira vez "O que será...?".

Enquanto as meninas ouviam Menudos (que eu também curtia..., mas...) eu me acabava ouvindo Bethânia em "O meu amor/tem um jeito manso que é só seu..."

Pois é. Culpa deles. kkkkk Beijo enorme meu querido DJ. Adoro vc, viu?